22/11/2013

Madre Teresa de Calcutá


Ainda estou lendo e assistindo filmes sobre a vida dessa senhorinha que aparenta ser muito simpática, a Madre Teresa de Calcutá, pra depois fazer um post falando um pouco da história bonita dela. Não podendo deixar de falar do "lado negro" que, como todo mundo, ela também teve (que até encontrei um documentário sobre isso, mas enfim...). Enquanto fico devendo o post biográfico da Madre, vou postar um texto muito bom pra nos fazer parar um pouquinho e refletir sobre "julgamento", não apenas no sentido de julgar o que os outros pensam sobre nós, mas também o outro lado da moeda, sobre quantas vezes julgamos os outros sem termos esse direito.


Assim Mesmo - Madre Teresa de Calcutá

Muitas vezes as pessoas
são egocêntricas, ilógicas e insensatas.
Perdoe-as assim mesmo.

Se você é gentil,
as pessoas podem acusá-lo de interesseiro.
Seja gentil assim mesmo.

Se você é um vencedor,
terá alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros.
Vença assim mesmo.

Se você é honesto e franco,
as pessoas podem enganá-lo.
Seja honesto e franco assim mesmo.

O que você levou anos para construir,
alguém pode destruir de uma hora para outra.
Construa assim mesmo.

Se você tem paz e é feliz,
as pessoas podem sentir inveja.
Seja feliz assim mesmo.

O bem que você faz hoje,
pode ser esquecido amanhã.
Faça o bem assim mesmo.

Dê ao mundo o melhor de você,
mas isso pode não ser o bastante.
Dê o melhor de você assim mesmo.

Veja você que, no final das contas,
é tudo entre você e Deus.
Nunca foi entre você e os outros.

Nenhum comentário: