30/10/2013

The Voice Brasil com Julie



O programa The Voice Brasil, por mim é considerado um dos melhores já apresentados na TV, e foi uma estratégia fudida muito bem pensada da Globo. Não apenas por seguir um padrão tradicional dos "The Voice's" mundo afora, mas pelo fato de apresentar ao público brasileiro, grandes vozes de talentos que estão escondidos nesse brasilzão que a gente não dá valor... Colocando aqueles programas estilo Jovens Talentos do Raul Gil no chinelo! #trágico

A segunda temporada do The Voice, agora é apresentado às quinta-feiras depois da novela. Sua primeira temporada foi apresentada nas tarde de domingo, que pra mim, tinha mais cara de "programa da família" já que pelo menos quando eu ia pro sítio, todo mundo ficava na frente da TV de boca aberta admirando aquelas vozes que apareciam no programa. O nível dos candidatos não é brincadeira não. Em todos os programas sempre tem um que me arrepia! ~ Pausa pra reflexão: apesar desse arrepio todo que senti acompanhando as temporadas do programa, não vi nenhum sucesso a nível nacional da última candidata que ganhou o primeiro The Voice, cantora a Ellen Oléria*. Esquisito isso, pra um programa liderado pela maior rede de televisão do país, né?! Mas enfim.... ~

E uma dessas pessoas que me fez arrepiar de verdade, por ser uma artista profissional extremamente fudida, ao meu ponto de ver como expectador, é a Julie. Ela já tem uma certa fama pela internet com algumas músicas (com clipes bem legaizinhos, por sinal), onde também já cantou com, nada mais nada menos, um dos carinhas que fazem parte da banda Jonas Brothers (más línguas dizem que eles são famosos na América). Pelo que ela disse no dia da avaliação no programa, ela fez alguma participação como dubladora, se não me engano, do High School Musical (ou algo do tipo, não lembro). A Julie foi tão ousada, mas tão ousada, que foi a primeira candidata a cantar uma música própria, chamada Gasolina - que eu não paro de ouvir.

E por essa ousadia toda dela, um monte de jurados (acho que 3) apertarem o botão para escolher a Julie para fazer parte do time deles. E depois daquela encenação toda, na maioria das vezes engraçada de disputa entre os jurados para "seduzirem" o candidato, a Julie linda do meu coração escolheu o time da Cláudia Leitte. Ela já é minha escolhida pra ganhar o programa. Fim. Obrigado, de nada.



Li um comentário na internet, que dizia que essa participação dela não passava de estratégia de divulgação da carreira própria que ela já tem. Mesmo que ela não ganhe o programa, só por ter participado do The Voice apresentando sua própria música, já deu um UP na carreira dela, o que não deixa de ser mentira né. E se a gente parar pra pensar, faz todo o sentido né. Mas independentemente da Julie ser uma aproveitadora ou não, ela canta pra caralho, é carismática, bonita e simpática. Então pra mim, ela tem tudo pra ser uma nova revelação na área musical pro Brasil (desde que ela não caia nas letras absurdas de músicas do estilo "tche tcherere tche tche").

Julie, vai que é tua! Tô torcendo pra você, e espero que se você ganhar, não fique sumida igual aquela outr que eu não lembro mais o nome, que ganhou a primeira temporada to The Voice. Ahhhh, e não se esqueçam, que na próxima quinta-feira, depois da novela, tem o DE-VÓIS-BRA-SILLLLLLL (leia cantando igual na abertura do programa). Clica aqui pra ver a apresentação dela completa no programa.

*. confesso que tive que jogar no google "ganhadora the voice brasil" pra descobrir o nome dela (Ellen Oléria), e aposto que nem vocês sabiam também! hahahaha

Nenhum comentário: