30/10/2013

Resultados do ENEM 2013


Atenção! Atenção! Galera que assim como eu, ficou desesperada por uma caneta preta e acabou revirando a casa inteirinha, e mesmo assim não encontrou uma e teve que ir correndo no mercado pra comprar uma maldita caneta preta, porque era regra pra fazer a prova do Enem: agora é hora de pegar a caneta vermelha, juntar os cadernos de prova e fazer a conferência das questões que vocês acertaram com o Gabarito Oficial da prova que acabou de ser divulgada pelo MEC!

Pra conferir se você foi bem ou não, primeira coisa é clicar aqui. Agora preste atenção no dia e também na cor do seu caderno de provas, e muita boa sorte na sua correção. Acabei de fazer a minha aqui, e posso concluir que minha praia é português, porque eu fui muito bem. Já matemática....... Vamos deixar quieto né.

Só pra não deixar passar em branco o meu sufoco com o Enem: No sábado, que foi o primeiro dia de provas, saí de casa com uma hora de antecedência, porque eu ia almoçar, passar no mercado pra comprar alguns doces, uma caneta e ir direto pra escola antes dos portões fecharem. Segundo meus cálculos, eu teria tempo de sobra pra fazer tudo isso. Quando fui almoçar no restaurante que fica dentro do mercado, dei falta do meu cartão de confirmação. Voltei em casa e peguei o cartão. Almocei em 10 minutos. Desci pro mercado comprar bolacha, bala, água e barra de cereal pra fazer a prova, mas tinha acabado a garrafinha de água (absurdo!). Fui numa sorveteria e comprei a água. Corri pra escola e quando eu estava na fila pra entra na minha sala, vi as candidatas da minha frente conversando sobre a caneta delas, que não era de material transparente. Nessa hora, minhas pernas tremeram e senti um frio na barriga, porque o burro aqui, esqueceu de comprar a merda da caneta preta no mercado! Nisso já eram 11:37 (e os portões fechavam ao meio dia). Voei pro mercado e pela primeira vez CORRI entre as sessões atrás de uma mísera caneta preta. Maaaas, só tinha o pacote BIC com 4 canetas (1 vermelha, 2 azuis e 1 preta). Não tive escolha, então tive que pagar R$5,00 né, fazer o que?! Voltei correndo pro caixa do mercado e tinha uma mulher passando sua humilde compra: dois pés de alface. Respirei fundo e pensei "se Deus está querendo que eu faça o Enem, esse alface não vai me atrapalhar. Respira, Marcos. Calma, já tá passando os alfaces dela e já já é minha vez..." Pimba. Era minha vez. Deixei o troco com a mulher do caixa, peguei a sacola e parti pra escola. Cheguei a tempo, suando exageradamente de calor e nervosismo pelos suvacos, barriga, pescoço, pernas e testa. E no final, não é que Deus queria que eu fizesse mesmo essa prova?! Deu tudo certo!!!

Quem vê assim, pensa que nunca fiz uma bosta de um vestibular ou concurso, pra ir tão despreparado e ser tão desorganizado assim né... Já no segundo dia de provas, foi tudo bem mais tranquilo. Cheguei com bastante antecedência com meu kit de sobrevivência (muita porcaria comida) para as 5 horas de prova. E fui o último da sala a entregar meu cartão resposta... Tive até que assinar uma ata nuns documentos comprobatórios que o Enem pede para os 3 lerdos últimos ficam na sala.

Ufa, chega de sufoco. Só de lembrar, começo a suar de novo.. Ainda bem que Enem é só uma vez por ano!! E mais novidades sobre a prova, agora vai ser só em janeiro, quando saírem os resultados finais do gabarito + redação, para aprovação nas possíveis faculdades! #torcendo

Nenhum comentário: